back to top

Conversamos com o motoboy que oferece o serviço de caçador de Pokémon

Ele equipou a moto com um carregador de celular e cobra R$ 25 a hora.

publicado

O motoboy Dênis Paz, pai de dois filhos e desempregado há um mês, viu no lançamento do Pokémon Go uma oportunidade de trabalho. Equipou a moto com um carregador de celular e fez o anúncio abaixo, oferecendo os serviços de "motoqueiro caçador de Pokémon".

"Bora caçar Pokémon???"
facebook.com

"Bora caçar Pokémon???"

Em entrevista ao BuzzFeed Brasil, Dênis disse que "o celular não para de tocar". Ele cobra R$ 25 por hora para circular por Fortaleza em busca dos monstrinhos.

Dênis promete fazer um tour pelas "melhores áreas" da cidade e diz que não passa por áreas perigosas ou muito afastadas. No anúncio ele sugere pontos turísticos e shoppings. "Os pokémons ficam em locais movimentados e o pessoal gosta de caçar onde tem muita gente e é seguro", diz.
Arquivo Pessoal

Dênis promete fazer um tour pelas "melhores áreas" da cidade e diz que não passa por áreas perigosas ou muito afastadas. No anúncio ele sugere pontos turísticos e shoppings. "Os pokémons ficam em locais movimentados e o pessoal gosta de caçar onde tem muita gente e é seguro", diz.

O motoboy acha que fará as primeiras corridas nesta quarta-feira à noite. Menores de 18 anos têm que ter autorização dos pais, "mas a maior parte dos interessados é adulto mesmo", conta.

Ele diz também que já baixou o aplicativo e está jogando. "Também estou vendo uns vídeos no YouTube para aprender melhor e poder dar dicas para quem contratar meu serviço de caçador", diz.

Veja também: