back to top

14 filmes na Netflix para você ver se estiver precisando chorar

Prepare a pipoca e o lencinho.

publicado

1. Toy Story 3

Divulgação

O filme funciona muito bem para crianças, mas tem um tom ligeiramente mais sombrio do que os anteriores e emociona qualquer adulto por falar do (muitas vezes dolorido) rito de passagem da infância, de despedidas e de perdão. Difícil, muito difícil não chorar.

Venceu o Oscar de melhor animação em 2011, além de ter concorrido também ao prêmio de melhor filme, incomum para um desenho. Na história, Andy vai para a faculdade e doa seus brinquedos - Woody e Buzz entre eles, que tentam começar uma nova vida em uma creche, na companhia de outros bonecos.

2. Up - Altas Aventuras

Divulgação

Um ano antes de "Toy Story 3" o vencedor do Oscar de melhor animação (e também indicado ao prêmio de melhor filme) foi "Up - Altas Aventuras". O enredo conta a relação de Carl, um velhinho viúvo, com Russell, um escoteiro amante da natureza. O filme já emociona ns primeiros minutos, quando repassa a história de amor vivida entre Carl e Ellie, a esposa falecida.

3. Marley & Eu

Divulgação

O filme começa mansinho, com uma vibe sessão da tarde. Você vai dar boas risadas enquanto vê Marley, um labrador, aprontar e bagunçar a vida do dono. Mas é só esperar um pouco que logo as lágrimas vão chegar aos montes, especialmente se você tem ou já teve um cachorro.

Publicidade

4. As Vantagens de Ser Invisível

Divulgação

No início, "As Vantagens de Ser Invisível" parece só mais um filme genérico sobre os dilemas da adolescência. Mas o desenvolvimento do personagem principal, um jovem desajustado que tenta fazer amigos e superar um trauma, foge muito do clichê de outros filmes do gênero.

É gostoso acompanhar o amadurecimento de Charlie e a superação de problemas graves, como a depressão. Sabe aquele choro gostoso que vem quando você vê algo triste, mas ao mesmo tempo bonito? Então.

5. Sempre ao seu lado

Divulgação

O filme conta a história real da relação entre Hachiko, um cachorro da raça Akita, e seu dono, o professor Parker Wilson (Richard Gere). Hachiko era acostumado a buscar o professor todos os dias na estação de trem, quando ele voltava no trabalho. Mas Parker sofre um infarto fulminante enquanto dava aula e o cachorro fica esperando, em vão, na estação. Hachiko voltaria, durante anos, ao mesmo local, todos os dias -- é de partir o coração.

6. Onde vivem os monstros

Divulgação

É uma adaptação de um livro infantil que mistura atores reais com computação gráfica e conta a história de um menino que procura refúgio dos problemas com a família em uma região onde vivem seres selvagens. O filme, do diretor Spike Jonze, tem uma atmosfera melancólica e é uma discussão um tanto triste e solitária sobre infância e amadurecimento, que pode arrancar lágrimas de muita gente.

7. Para Sempre Alice

Divulgação

Poucas coisas são mais tristes do que acompanhar como uma pessoa com Alzheimer vai esquecendo-se dos entes queridos e de si próprio. Essa é a história da protagonista do filme, Alice, professora universitária e pesquisadora, especialista em fala e comunicação. Alvo de admiração por causa de sua inteligência, ela descobre, aos 50 anos, que está com a doença.

Publicidade

8. Preciosa - Uma História de Esperança

Divulgação

O filme é ambientado em Nova York, na década de 80, e conta a história de Claireece "Preciosa" Jones, uma garota negra de dezesseis anos de idade, que tem uma vida repleta de dificuldades. Abusada pela mãe, violentada por seu pai (de quem engravidou duas vezes), ela cresce pobre, analfabeta e gorda. Impossível segurar o choro ao acompanhar a luta de Preciosa rumo ao auto-conhecimento e amor próprio.

9. Biutiful

Divulgação

Na trama do filme entram trabalho escravo, imigrantes ilegais e corrupção policial, tudo passado em Barcelona (mas poderia muito bem se passar em São Paulo). Mais do que uma história triste, Biutiful tem um enredo sombrio e muito pesado, que ao fim dá vontade de chorar.

10. Hotel Ruanda

Divulgação

Em meio ao massacre dos conflitos entre tribos de Ruanda, um gerente de hotel (Don Cheadle, na foto acima) encontra coragem para salvar mais de mil refugiados. A história, baseada em fatos reais, é arrasadora. Cheadle foi indicado ao Oscar pela atuação.

11. O Segredo Dos Seus Olhos

Divulgação

Supense criminal argentino, que recebeu o Oscar de melhor filme estrangeiro. O roteiro complexo incialmente parece restringir-se ao gênero policial, mas o enredo lentamente evolui para contar uma história trágica de paixão, obsessão e amor.

Publicidade

12. O Menino do Pijama Listrado

Divulgação

Bruno é filho de um oficial nazista que vive na Polônia faz amizade com Shmuel, um menino de cabeça raspada. Eles estão separados por uma grade. Mas o que Bruno não sabe é que Shmuel está em um campo de concentração de judeus.

13. A Escolha de Sofia

Divulgação

Meryl Streep ganhou um Globo de Ouro e um Oscar pela atuação fantástica como a imigrante Sophie, que vive um relacionamento permeado por violência. Já ouviu a expressão "fazer uma escolha de Sofia"? É uma referência ao filme e à terrível escolha que Sophie tem de fazer em um determinado momento, capaz de fazer qualquer um chorar.

14. Rocky - Um Lutador

Divulgação

Tá achando que Rocky serviu apenas para lançar Sylvester Stallone? No filme, que ganhou o Oscar em 1977 (contra "Taxi Driver"), Rocky Balboa é um lutador medíocre que consegue uma chance de lutar contra Apollo Creed (Carl Weathers), o campeão mundial dos pesos-pesados. A história do filme mistura-se com a vida de Stallone, que passou por muitos problemas para tornar-se ator: enfrentou a própria família, péssimas condições financeiras e rejeição de produtores. Rocky é um filme de drama e superação, não um filme de ação, que pode, sim, encher os olhos de lágrimas de quem assiste.