go to content

Este foi o primeiro encontro de Temer após a divulgação da Lista do Janot

Presidente se encontrou com dois delatados — os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) — e com o ministro Gilmar Mendes, que integra a turma que julgará a Lava Jato no STF.

publicado

Na terça (14) à noite, após a publicação da Lista do Janot, o Palácio do Planalto divulgou qual seria o primeiro compromisso do presidente Michel Temer diante da notícia de que ao menos cinco ministros de seu governo são investigados.

Temer recebeu os convidados com um sorriso no rosto.

Segundo o Planalto, Temer convocou a reunião para discutir possibilidades de reforma política a serem implantadas antes da eleição de 2018.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), foi um dos presentes no encontro. Apelidado Índio pela Odebrecht, o peemedebista é alvo de um dos pedidos de inquérito de Janot.

O delator Cláudio Melo Filho, ex-executivo da Odebrecht, disse em seu acordo que Eunício recebeu R$ 2,1 milhões em propinas da empresa, entre 2013 e 2014, para defender uma medida provisória no Congresso.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Câmara, também se encontrou com Temer na manhã desta quarta (14). Entre delatores da Odebrecht, ele é conhecido como Botafogo.

O mesmo delator que acusa Eunício, Cláudio Melo Filho, afirmou em seu acordo que Rodrigo Maia recebeu R$ 600 mil ilegais da Odebrecht — meio milhão para sua campanha eleitoral e R$ 100 mil em troca de apoio a uma medida provisória.

O ministro do Supremo Gilmar Mendes, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estava lá. Ele é integrante da Segunda Turma do STF, grupo que será responsável por julgar as ações penais da Operação Lava Jato no tribunal.

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.