back to top

Mais um funcionário da Net é acusado de assédio, desta vez por uma adolescente

A estudante Magda, de 17 anos, foi abordada na rua. Ela se interessou por um plano de internet, mas estava atrasada e concordou em passar seu número de telefone — e, então, recebeu mensagens explícitas pelo WhatsApp.

publicado

A estudante Magda M., de 17 anos, contou no Facebook que foi assediada por um funcionário da Net que a abordou na rua — e depois enviou mensagens de cunho sexual, no WhatsApp.

"Quando ele falou comigo foi superprofissional, mas eu estava atrasada. Só passei meu número porque fiquei interessada na proposta da Net e fui embora", ela disse ao BuzzFeed Brasil.

Reprodução

Quando recebeu a primeira mensagem — "Oiiiii linda" —, Magda ignorou porque não sabia quem havia enviado. "Ele viu que eu não tinha respondido e insistiu", conta a estudante.

A segunda mensagem também não foi explícita: "Te achei mega linda kkkk, não resistir [sic] e fui falar com você kkk".

Magda respondeu: "kkkkkk valeu". O texto que o funcionário enviou em seguida, porém, era cheio de referências sexuais.

Reprodução

Antes de publicar prints das mensagens em sua página pessoal, Magda compartilhou as imagens em um grupo feminista no Facebook, divulgando inclusive o celular do funcionário. Depois disso, participantes do grupo encontraram o Facebook dele e passaram a enviar mensagens públicas em seu perfil.

Há anos clientes mulheres da Net reclamam de assédio por parte de funcionários da empresa. Em maio de 2015, após o BuzzFeed Brasil publicar uma reportagem sobre o assunto, a empresa criou um canal para denunciar situações do tipo.

O problema, no entanto, persiste.

Reprodução

Em nota ao BuzzFeed Brasil, a Net informou que "está averiguando" o caso de Magda e "tomará todas as medidas cabíveis". Leia a íntegra ao final deste post.

Magda diz que, após publicar o texto e bloquear o funcionário no WhatsApp, foi procurada por ele e pela mãe dele — ambos pediram desculpas. Ela vai registrar boletim de ocorrência hoje.

"Se eu não tivesse falado nada, não tinha acontecido nenhum pedido de desculpas", ela afirma. "Eu não queria ser mais uma a deixar esse tipo de comportamento sem punição."

Reprodução

Leia a íntegra da nota enviada ao BuzzFeed Brasil pela Net.

A Net informa que está averiguando o fato relatado e tomará todas as medidas cabíveis. A operadora aproveita para reiterar que disponibiliza o email conduta.net@net.com.br, canal exclusivo para comunicação de eventuais desvios de conduta de seus colaboradores.

Veja também:

Atendentes da NET são acusados de assediar clientes pelo WhatsApp

Usuárias de Uber reclamam das respostas da empresa após denúncias de assédio

Usuária esquece óculos em Uber, motorista dificulta a devolução, e empresa diz que não tem culpa

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.

Você já tem o app do BuzzFeed Brasil?

Baixe gratuitamente no Android e no iOS para ver todos os nossos testes, vídeos, notícias e muito buzz.