back to top

Deputado faz campanha contra Mickey e diz que Disney propagandeia o "gayismo"

"Se você for fazer um estudo profundo como eu já fiz, ele representa de fato... Ele é homossexual, tá?", afirmou Victório Galli (PSC-MT), em entrevista a uma rádio de Cuiabá.

publicado

Na segunda (6), o deputado federal Victório Galli (PSC-MT) compartilhou em sua página no Facebook um cartum em que Jesus Cristo protege uma criança contra o Mickey Mouse.

Três dias depois, Galli deu uma entrevista ao jornalista Paulo Coelho, da rádio Capital, de Cuiabá, e disse por que publicou a imagem: "O Mickey, se você for fazer um estudo profundo como eu já fiz, ele representa de fato... Ele é homossexual, tá?"

O parlamentar, que é da Assembleia de Deus, afirma que a Disney quer passar uma mensagem subliminar à sociedade, "principalmente às nossas crianças", com os seus desenhos.

Então, o radialista pede que Galli desenvolva o raciocínio — e a coisa piora: "O próprio nome, em relação aos desenhos que se fazem, as cores, e assim por diante, você vê uma mensagem subliminar de que ele está fazendo apologia e apoiando a questão gay. São as posições... A forma como se coloca..."

Publicidade

Diante da situação insólita, o jornalista dá corda ao deputado: "É mesmo, rapaz? Nunca tinha observado por esse prisma que o senhor está colocando aí..."

Aí Galli se empolga e expande a teoria conspiratória: "Aquele desenho animado do Leão. É outra mensagem também que transmite a apologia ao 'gayismo' (sic)."

Por quê? "O Rei Leão deveria ser um animal feroz, e ele se torna um animalzinho frágil, um animalzinho que carece de proteção dos outros", explica o parlamentar.

O jornalista diz que está juntando dinheiro para levar os filhos à Disney, no fim do ano, e pergunta a opinião do deputado.

Galli desaconselha: "Indo pra lá, você não vai trazer uma formação positiva para a sua família, entendeu?"

Daí pra frente, a entrevista toma outro rumo. "E se Mickey for gay, qual é o problema?", questiona o jornalista.

"O errado é que a pessoa está fazendo apologia. Eu não sou contra ninguém ser gay, meu filho, eu não sou contra ninguém ser lésbica. Eu não sou contra um barbudo viver com outro barbudo, uma cara lisa viver com outra cara lisa", afirma Galli.

O jornalista questiona se Galli se incomoda com homossexuais por sofrer algum tipo de "complexo".

O deputado levanta a voz.

"O que está acontecendo hoje é uma inversão de valores, entendeu? Antigamente o cachorro mijava no poste, agora o poste tá mijando no cachorro e todo mundo acha normal."

Publicidade

Ouça a íntegra da entrevista.

Reprodução

O BuzzFeed Brasil procurou o parlamentar, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.

Nesta sexta (10), Galli publicou uma nota. Ele diz que a Disney adotou a "agenda da militância marxista mundial", e por isso ele fez "uma ironia quanto ao 'vovô' Mickey Mouse".

Leia a íntegra abaixo.

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Severino Motta é repórter do BuzzFeed News, em Brasília

Contact Severino Motta at .

Got a confidential tip? Submit it here.