back to top

As voltas por cima que Isaquias deu até fazer história na Olimpíada

Atleta venceu sua 3ª medalha neste sábado, ao lado de Erlon de Souza, e atingiu feito inédito: foi o primeiro brasileiro a ganhar tantas medalhas numa única Olimpíada.

originalmente publicado em
atualizado em

Dono de três medalhas nesta Olimpíada, o canoísta Isaquias Queiroz, 22 anos, se tornou o maior medalhista brasileiro em uma edição dos Jogos Olímpicos.

Isaquias foi prata na categoria C1 1.000 metros e bronze na C1 200 metros.

Hoje, ganhou outra prata na categoria C2 1.000 metros, ao lado do amigo e conterrâneo Erlon de Souza Silva.

Criado em Ubaitaba (BA), num lar com nove irmãos, Isaquias começou a remar no rio das Contas, que fica a um quarteirão da casa onde sua mãe, Dilma Francisca, vive até hoje.

Quando ele tinha 13 anos, seu treinador bancou a viagem para disputar o Campeonato Brasileiro, segundo narrou ao Jornal Nacional. Isaquias voltou à Bahia com três medalhas de ouro.

Após a primeira medalha olímpica do filho, Dilma contou ao Globo Esporte: "É muito bonito. Me sinto muito orgulhosa em vê-lo, quando eu o vi ali, falei: 'Vá, meu filho, vá com sua sorte. Pra deixar a gente sossegado, vá com sua sorte'".

A ida ao Rio para ver Isaquias brilhar na Olimpíada foi a primeira viagem de avião da orgulhosa mãe.

Foi então que ele se mudou para São Vicente (SP), onde passou a treinar com a seleção brasileira de canoagem.

Os resultados internacionais começaram a aparecer quando o técnico espanhol Jesús Morlán, que já havia treinado estrelas olímpicas de outros países, assumiu a equipe, em 2013.

Após suas duas conquistas na Rio 2016, Isaquias escreveu no Facebook:

Gostaria de dedicar essa minha 1ª medalha olímpica a esse grande treinador espanhol, Jesús Morlán, que veio para o Brasil e acreditou em todo meu talento e potencial para canoagem. Soube lapidar durante 3 anos, dedicando sua vida para que eu pudesse conquistar essa medalha de prata que é muito especial pra mim. Com essa medalha, ele soma 6 medalhas olímpicas no seu currículo e é por isso que mais uma vez agradeço pelo seu tempo, paciência e confiança porque sem você eu não conseguiria conquistar e realizar todos esses resultados! Obrigado, obrigado e muito obrigado!

Os ótimos resultados de Isaquias na canoagem são raros porque dificilmente um mesmo atleta é competitivo em provas de curta e de longa distância — eles costumam se especializar.

Atualização, 20/8/2016, às 10h03: o texto foi atualizado com o resultado da final da categoria C2 1.000 metros.

A versão inicial também informava incorretamente que nenhum atleta da canoagem ganhara três medalhas numa Olimpíada. O soviético Vladimir Parfenovich ganhou três em Moscou 1980.

Em parceria com

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss