back to top

Diogo e Matheus foram presos por engano no dia mais especial da vida deles

Aprovados na Universidade Federal de Sergipe, estudantes foram confundidos com assaltantes de banco — e quase perderam a matrícula.

publicado

Dois estudantes aprovados na Universidade Federal de Sergipe, foram detidos pela polícia no caminho entre Juazeiro, norte da Bahia — onde moram —, e São Cristóvão (SE).

Um deles, Diogo Delláias, 21 anos, fez um post no Facebook. Eles estavam em um ônibus interestadual, e a Polícia Militar de Sergipe buscava um bando que havia roubado um banco.

"O maior medo foi perder a matrícula", disse Delláias ao BuzzFeed Brasil. "Na delegacia, ficamos numa cela."

O post de Diogo foi curtido 20 mil vezes desde a publicação.

No Facebook, o estudante disse que os policiais trataram ele e o amigo, Matheus Gomes, 19 anos, como criminosos. "A casa caiu, vagabundo", teria dito um policial, segundo a publicação.

Eles foram levados à delegacia dentro de um camburão.

A confusão teria ocorrido porque outro passageiro do ônibus era suspeito de ter participado do crime.

"Foi a ação de poucos policiais, infelizmente acabou acontecendo isso", afirmou Delláias ao BuzzFeed Brasil.

"Existem os que sabem trabalhar, mas outros não", disse o futuro aluno do curso de química na UFS.

Diogo e Matheus são amigos do curso técnico de biocombustíveis no Instituto Federal da Bahia, onde se formaram no ano passado. "Fizemos o Enem no intuito de passar e conseguimos", ele comemorou.

Os meninos tiveram receio de perder a chance de se matricular porque os dias e horários para realizar a matrícula foram distribuídos de acordo com os cursos. "E o nosso caiu na sexta", diz.

Apesar do susto, tudo deu certo — a polícia até prendeu os verdadeiros suspeitos.

O delegado responsável pelo caso, Rodrigo Cavalcanti, confirmou ao G1 que os estudantes foram levados à delegacia, mas negou que tenha ocorrido excessos.

“Eles foram conduzidos para a delegacia porque estavam conversando com um jovem suspeito de roubo a banco", disse o delegado ao site.

E, no fim das contas, o que aconteceu? "Só pediram desculpas e nada mais."

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.