back to top

Como um boato fez Dilma se pronunciar oficialmente sobre seu cachorro

Ex-presidente foi criticada porque não se mudou de Brasília com Nego, labrador de 14 anos. Ele tinha uma doença degenerativa e foi sacrificado na semana passada.

publicado

Nos últimos dias, muita gente ficou revoltada após a notícia de que a ex-presidente Dilma Rousseff havia mandado sacrificar um de seus cachorros de estimação, o labrador Nego, 14 anos.

O cão foi um presente do ex-ministro José Dirceu. Na propaganda eleitoral de 2010, Nego aparece brincando com Dilma no lado do Lago Paranoá, em Brasília.

O fuzuê foi tanto que a assessoria de Dilma divulgou nota à imprensa nesta segunda para desmentir parte da história, de que ela teria sacrificado Nego porque não queria cuidar do cão.

Publicidade

Tudo começou na segunda passada (5), quando a Folha de S.Paulo noticiou que Dilma não levaria Nego para Porto Alegre porque ele estava muito doente.

O texto do jornal dizia que um ex-assessor da petista ficaria com o cachorro, em Brasília. Horas depois, o site O Antagonista publicou que, na verdade, Nego seria sacrificado.

Na sexta-feira (9), o site Diário do Poder confirmou que Nego foi sacrificado.

Não demorou para as pessoas opinarem:

Em 2010 Dilma precisou de um cachorro para ser humanizada e chegar à presidência. Em 2016, deposta, Dilma mandou sacrificar sua humanidade.

Antes da Dilma Cruella sacrificar o labrador Nego, ela sacrificou o Brasil.

A assessoria de Dilma diz que Nego foi sacrificado porque, "além da idade avançada", sofria de mielopatia degenerativa, doença que age na medula dos cães e pode levar à paralisia.

"Nego foi amado por Dilma e sua família desde que passou a viver com ela em Brasília", acrescenta o texto.

A assessoria aproveitou para dar um update na vida dos outros cães de Dilma.

Os labradores — chamados Princesa, Boni e Galego — foram doados. A fêmea ficou com o ex-marido de Dilma, Carlos Araújo, que mora em Porto Alegre. Os machos ficaram "com amigos", em Brasília, segundo a nota.

Dilma, que deverá dividir seus dias como ex-presidente entre Porto Alegre e o Rio, ficará apenas com a dachshund Fafá, que no momento se encontra com uma tia da petista, em Belo Horizonte.

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.