back to top

Como o formato da Globo distribuiu tempo desigual e matou debate em SP

Em dois blocos, candidatos puderam responder mais de uma pergunta. Assim, adversários puderam evitar o confronto direto.

publicado

Muita gente reclamou que o debate da Globo com candidatos à Prefeitura de São Paulo, nesta quinta-feira (29), foi morno.

O que quase ninguém percebeu é que o formato escolhido pela Globo contribuiu para a monotonia das discussões.

Como nos blocos com temas pré-determinados cada candidato poderia responder até duas perguntas — de um total de seis —, houve candidatos que falaram mais.

Publicidade

Em São Paulo, foi isso que possibilitou o isolamento de Fernando Haddad (PT), que tenta a reeleição.

Marta Suplicy (PMDB) e Celso Russomanno (PRB), que disputam vaga no 2º turno com o petista, puderam ignorar o candidato — que foi questionado apenas pelos nanicos Luiza Erundina (PSOL) e Major Olímpio (SD).

No fim das contas, João Doria (PSBD) — que está na liderança isolada da disputa — foi o mais requisitado para responder.

No entanto, Marta (que o escolheu três vezes para responder) e Russomanno (uma vez) preferiram manter distância do líder e não fizeram perguntas desconfortáveis ao tucano — papel que restou a Erundina, que tem poucas chances no páreo.

Atualização, 30.set.2016, às 18h27: em nota, a comunicação da Globo disse que "as regras do debate são discutidas e acordadas com todos os candidatos previamente".

A emissora afirmou, ainda, que "todos os candidatos têm exposição, visto que quem pergunta também pode expor seu posicionamento na réplica". Leia a íntegra da nota abaixo:

As regras do debate são discutidas e acordadas com todos os candidatos previamente. São também explicadas pelo apresentador antes do início do debate. Neste formato, usado também por outras emissoras, todos os candidatos têm exposição, visto que quem pergunta também pode expor seu posicionamento na réplica.

Em 2012, a emissora cancelou o debate alegando excesso de candidatos. Eram oito com direito a participar, mas a Globo decidiu que só faria se dois desistissem — o que não ocorreu.

Publicidade

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.