back to top

Alckmin diz que lei eleitoral para este ano "foi feita para que não haja renovação"

"Em 45 dias [de campanha], o candidato novo não vai nem conseguir ser conhecido, quanto mais conquistar o voto", afirmou o pré-candidato tucano à Presidência.

publicado

Pré-candidato à Presidência e em seu quarto mandato como governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quarta (14) que o tempo de campanha definido pela lei eleitoral para este ano beneficia candidatos à reeleição.

"A campanha foi reduzida a 45 dias, ou seja, ela foi feita para que não haja renovação. Para eleger todo mundo que tá lá [no Congresso]", afirmou o tucano, durante painel do Fórum Econômico Mundial, em São Paulo.

Paulo Whitaker / Reuters

Em outubro do ano passado, o Senado aprovou as regras eleitorais que valerão já para esta eleição. Entre as mudanças em comparação com a última disputa pela Presidência, em 2014, está o tempo de campanha: diminuiu de 90 para 45 dias.

O argumento do governador é que candidatos novos terão menos chance de se elegerem, já que o tempo de campanha é curto demais.

"Em 45 dias, o candidato novo não vai nem conseguir ser conhecido, quanto mais conquistar o voto", disse o tucano. "Não precisamos ter campanhas como nos Estados Unidos, campanhas de mais de 1 ano, mas também 45 dias ficou muito limitado."

Alckmin participou de um debate sobre novos cenários para o Brasil, ao lado do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB), e do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, entre outros participantes.

O tucano fez uma defesa das reformas promovidas pelo governo Michel Temer (PMDB), mas ressaltou que ainda há medidas a serem tomadas.

Questionado se manteria a agenda de reformas do atual governo caso seja eleito, Alckmin disse que sim, a começar por uma reforma política, que chamou de "mãe de todas as reformas".

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.