back to top

Agressores perseguem e matam ambulante que protegeu morador de rua gay

Luiz Carlos Ruas, que vendia comida em frente ao metrô há 20 anos, foi espancado dentro da estação Pedro II por dois homens, na noite de domingo (25).

originalmente publicado em
atualizado em

O vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, morreu após ser espancado por dois homens dentro da estação Pedro 2º do Metrô de São Paulo, na noite de domingo (25).

A vítima começou a ser agredida após defender um morador de rua homossexual, na saída da estação, onde vendia comida há 20 anos, nove ao lado da mulher, Maria Aparecida. No domingo (25), ela ficou em casa para preparar a ceia.

Atualização, 26.dez.2016, às 19h45: O delegado responsável pelo caso, Oswaldo Nico Gonçalves, disse em entrevista à GloboNews que a Polícia Civil identificou os agressores.

De acordo com o investigador, os homens que espancaram Luiz Carlos até a morte se chamam Alípio Rogério Belo dos Santos e Ricardo Nascimento Martins. Eles são primos, moram próximos e haviam "bebido muito", segundo o delegado.

A confusão começou quando os dois homens tentaram urinar no jardim próximo à entrada da estação, segundo o boletim de ocorrência. Nesse momento, de acordo com o documento, o morador de rua reclamou e tentou argumentar que há um banheiro público dentro da estação.

Os agressores não gostaram da reprimenda e partiram para cima do homossexual com socos, pontapés e xingamentos. Foi aí que Luiz Carlos Ruas, conhecido na região como Índio, saiu em defesa e acabou virando o alvo principal.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, a mulher do ambulante, Maria Aparecida Cavalcante, disse que originalmente os agressores tentaram agredir dois moradores de rua homossexuais, e não apenas um, como consta no boletim de ocorrência. De qualquer modo, o vendedor ambulante foi perseguido estação adentro pelos dois homens.

Quando chegou, ela disse ter visto o marido "caído no chão, cheio de sangue". "Ele já não conseguia mais falar", disse à rádio.

Testemunhas relataram que Ruas correu para dentro da estação Pedro II em direção à bilheteria, mas foi alcançado e desmaiou antes.

Segundo relatos, ao menos um dos homens estava com um soco-inglês, versão corroborada pela imagem abaixo, obtida e divulgada pela TV Globo, em que um dos homens parece ter um objeto brilhante na mão direita.

A vítima foi socorrida ainda com vida por seguranças, de acordo com o Metrô, e levada ao Pronto Socorro do Hospital Municipal Vergueiro.

A Secretaria de Segurança Pública requisitou as imagens de câmeras de segurança ao Metrô, que em nota disse colaborar com as autoridades. A Polícia Civil informou que irá realizar perícia no local do crime.

Veja também:

Seguranças do Metrô agridem morador de rua no centro de São Paulo

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.