back to top

We’ve updated our privacy notice and cookie policy. Learn more about cookies, including how to disable them, and find out how we collect your personal data and what we use it for.

A Lôca, balada LGBT icônica de São Paulo, luta para reabrir, mas não há prazo

Casa na rua Frei Caneca, que funcionava sem alvará, foi fechada no sábado (8) pela prefeitura.

publicado

A Lôca, uma das baladas LGBT mais tradicionais de São Paulo, amanheceu no sábado (8) com um lacre que não aparece sempre por lá — o lacre da prefeitura, que interditou o local.

O prefeito regional da Sé, Eduardo Odloak, publicou um vídeo no Twitter no qual afirma que A Lôca foi fechada após moradores da rua Frei Caneca reclamarem do barulho.

🚫 Acabamos de interditar (e emparedar) uma conhecida boate da Frei Caneca, a "Alôca". Ignoravam princípios mínimos… https://t.co/9Qixmu13Uv

A reclamação é recorrente e antiga na área, principalmente em relação à Lôca.

Há 23 anos em funcionamento, a casa noturna é um ícone da cultura LGBT em São Paulo. De jovens que não eram aceitos em casa a drag queens, todos se sentiam acolhidos pela Lôca.

Publicidade

A Loca foi minha primeira balada, com 17 anos (acho) e foi a primeira vez que saí com minha irmã pra uma boate gay

As pessoas realmente se sentiam à vontade por lá.

Publicidade

São raras as pessoas LGBT em São Paulo que não dançaram lá.

alguma gay com marreta pra derrubar o muro de tijolos entre a cidadania e a loca?

A casa não tinha alvará de funcionamento. O advogado que representa A Lôca, Felipe Donoso, disse ao BuzzFeed Brasil que os responsáveis pela boate irão regularizar a situação.

"Vai voltar, mas não tem prazo", afirmou.

A reportagem ligou para o dono da Lôca, o empresário Anibal Aguirre, mas não obteve resposta.

O DJ André Pomba, que trabalhou durante 20 anos na casa — e agora move uma ação trabalhista contra o dono) —, lembra que A Lôca foi lacrada em 2003. "Mas, diferentemente da outra vez, agora o clube precisa de dinheiro", ele afirma.

"Vários funcionários entraram com ações", diz Pomba. "A gente carregou a casa nas costas durante meses." O DJ lembra, ainda, que outras casas noturnas da região do Baixo Augusta fecharam. "É a crise financeira", ele afirma.

Veja também:

15 palavras que têm sentidos completamente diferentes para gays e héteros

15 celebridades antes e depois de serem contaminadas pelo rycka vírus

Alexandre Aragão é Repórter do BuzzFeed e trabalha em São Paulo. Entre em contato com ele pelo email alexandre.aragao@buzzfeed.com

Contact Alexandre Aragão at alexandre.aragao@buzzfeed.com.

Got a confidential tip? Submit it here.