go to content

Leia a adorável carta que David Bowie enviou para uma fã de 14 anos

"Meu nome verdadeiro é David Jones e você deve imaginar porque eu o mudei."

publicado

Bowie tinha apenas 20 anos quando recebeu uma carta de uma fã, Sandra Dodd, de 14 anos, do Novo México, que havia ganhado um disco de Bowie de um tio. Sandra escreveu que a música era tão boa quanto a dos Beatles e ofereceu-se para criar um fã-clube.

O músico ficou tão animado que de pronto começou a datilografar uma resposta no escritório de seu empresário. Ele escreveu a carta na época do lançamento de seu primeiro álbum, que não chegou ao topo das paradas nem no Reino Unido nem nos EUA.

Lovely David Bowie letter to a 14 yr old American fan, 1967. "I hope one day to go to America".

Transcrição:

25 de setembro de 1967

Cara Sandra,

Quando cheguei aqui, no escritório de meu empresário, há alguns minutos, recebi a primeiríssima carta de uma fã norte-americana – e era a sua. Fiquei tão feliz que tive de me sentar imediatamente e datilografar uma resposta, mesmo com Ken berrando para que eu continue a trabalhar no roteiro do qual ele precisa urgentemente. Isso pode epserar (epserar? Esta é uma nova palavra que significa esperar).

Eu estava ansioso por alguma reação ao álbum dos ouvintes norte-americanos. Houve críticas na Billboard e na Cash Box, mas eram análises feitas por críticos profissionais e elas raramente refletem as opiniões do público. Contudo, essas críticas foram muito lisonjeiras. Eles até mesmo gostaram do single "Love You Till Tuesday". Tenho uma cópia do álbum norte-americano e acho que eles imprimiram a foto um pouco amarelada demais. Eu não sou tão louro assim. Acredito que a foto na contracapa seja mais "eu". Espero que você goste das que estou enviando.

Respondendo às suas perguntas, meu nome verdadeiro é David Jones e você deve imaginar porque eu o mudei. "Vão confundir você com o cara dos Monkees" meu empresário falou. Meu aniversário é em 8 de janeiro e acho que tenho 1,77 m. Já há um fã-clube aqui na Inglaterra, mas se tudo correr bem nos Estados Unidos, acho que teremos um aí também. Ainda é muito cedo para pensar sobre isso.

Espero um dia ir para os EUA. Meu empresário fala bastante sobre o país, ele viajou muitas vezes para aí por causa de outros artistas que ele empresaria. Uma noite dessas estava assistindo a um filme antigo na TV chamado "A Mulher do Próximo", que é ótimo, mas um pouco deprimente se for um verdadeiro reflexo do Estilo de Vida Americano. Porém, logo depois passou um documentário sobre Robert Frost, o poeta norte-americano, filmado principalmente em sua casa em Vermont, e isso equilibrou as coisas. Tenho certeza que esse último parece-se mais com a verdadeira América. Gravei meu primeiro filme semana passada. É apenas um curta de 15 minutos, mas me deu um pouco de experiência para o longa metragem que começo a filmar em janeiro.

Obrigado por sua gentileza em me escrever e, por favor, escreva novamente e fale-me mais sobre você mesma.

Atenciosamente,

(Assinatura, "David Bowie")

Every. Tasty. Video. EVER. The new Tasty app is here!

Dismiss