30 fenômenos naturais que você não vai acreditar que realmente existem

O mundo é mais bizarro do que você imagina. Inspirado por esta discussão no Reddit.

1. Tempestades sujas, também conhecidas como relâmpagos vulcânicos, ocorrem quando um raio é produzido numa nuvem vulcânica.

Martin Rietze / Via mrietze.com

Se parecem com a entrada para o inferno!

Carlos Gutierrez / UPI Photo / Landov

2. Ah espere, aqui está a Porta para o Inferno, uma lareira a gás em Turcomenistão acidentalmente acesa por cientistas em 1971 e ainda em chamas. Opss.

Flickr: flydime / Creative Commons

3. Gelo de bolhas inflamáveis: bolhas de metano congelado, presas debaixo do Lago Abraão de Alberta.

Emmanuel Coupe / Getty Images

4. O Relâmpago de Catumbo, que ocorre durante 140 a 160 noites por ano, 10 horas por noite e até 280 vezes por hora.

commons.wikimedia.org / Creative Commons

5. Caranguejos vermelhos da Ilha do Natal: a cada ano, cerca de 43 milhões de caranguejos terrestres migram para colocar seus ovos no oceano.

Imago / Barcroft Media

As autoridades fecham a maior parte das estradas da ilha durante a migração, que normalmente leva pelo menos uma semana.

 

6. Borboletas monarcas: a população do leste da América do Norte é notável por sua migração para o sul no final do verão/outono dos EUA e Canadá para o México, cobrindo milhares de quilômetros.

Flickr: lunasinestrellas / Creative Commons

Nenhum indivíduo faz a viagem inteira (ida e volta). Monarcas fêmeas põem ovos para a próxima geração durante essas migrações.

7. Teias de aranha surreais: fugindo de enchentes torrenciais perto de Wagga Wagga, Austrália, milhares de aranhas cobrem os campos com teias de aranha.

Reuters / Daniel Munoz

Reuters / Daniel Munoz

 

8. Misteriosos Círculos de Fadas da Namíbia: estudos sugerem que cupins de areia são responsáveis por essa criação.

Norbert Juergens / University of Hamburg

9. Círculos de plantações debaixo d’água no oceano perto do Japão: criado por um baiacu masculino, a fim de atrair as fêmeas.

Yoji Ookata / NHK / Via ookatayouji.amaminchu.com

10. Pedras esféricas em Nova Zelândia: exumadas do argilito que as cercam na erosão costeira.

Flickr: chris_gin / Creative Commons

11. O Grande Buraco Azul: um grande sumidouro de submarinos na costa de Belize, mais de 300 metros de diâmetro e 124m de profundidade.

12. The Black Sun: bandos enormes de até 50.000 estorninhos formam em áreas do Reino Unido pouco antes do pôr do sol durante o meio do inverno. Eles são conhecidos como murmurations.

Flickr: 27770620@N02 / Donald Macauley / Creative Commons

13. A Corrida das Sardinhas: ocorre de maio a julho, quando milhares de milhões de sardinhas migram para o norte ao longo da costa leste da África do Sul. Só a quantidade delas cria um frenesi ao longo da costa.

Flickr: mycoffeemug / Creative Commons

Flickr: mycoffeemug / Creative Commons

 

14. Calçada dos Gigantes, Irlanda do Norte: uma área de cerca de 40.000 colunas de basalto interligadas, o resultado de uma antiga erupção vulcânica.

Flickr: iguanajo / Creative Commons

Flickr: ncurado / Creative Commons

 

15. Pedras de Vela no Vale da Morte, EUA: um fenômeno geológico onde as rochas se movem e inscrevem faixas longas ao pelo chão liso do vale, sem intervenção humana ou animal.

Flickr: mandj98 / Creative Commons

Flickr: thomashawk / Creative Commons

 

16. Furos de maré na Amazônia no Brasil e no Severn na Inglaterra: um fenômeno em que a primeira onda da maré vindo forma uma onda d‘água que percorre um rio contra a corrente.

Getty Images

 

17. O Deserto Florido: ocorre no deserto de Atacama, no Chile, nos anos em que a precipitação é anormalmente elevada. Normalmente, a região recebe menos de 12mm de chuva por ano.

Flickr: alfathir / Creative Commons

18. Arcos circum-horizontal, erroneamente conhecidos como o arco-íris de fogo: um fenômeno óptico com uma auréola de gelo formada por cristais de gelo em forma de placas em nuvens cirros elevadas.

Flickr: markdavis / Creative Commons

Flickr: ashamar / Creative Commons

 

19. As nuvens Lenticulares sobre o Monte Olimpo: nuvens fixas em forma de lentes que se formam na troposfera. Por causa de sua forma, elas foram oferecidas como uma explicação para alguns avistamentos de OVNIs.

20. Nuvens Mammatus, ou “nuvens mamárias” ou ”nuvens de mama”: um termo de meteorologia aplicado a um padrão raro de bolsas penduradas por baixo na base de uma nuvem.

Flickr: mike9alive / Creative Commons

21. Nuvens estratosféricas polares: também conhecidas como nuvens nacaradas (de nácar, ou madrepérola, devido à sua iridescência).

22. Undulatus asperatus ou “ondas ásperas ou agitadas”: esta formação de nuvens tem sido proposta como uma classificação de nuvem separada pelo fundador da Sociedade de Apreciação das Nuvens e seria o primeiro novo tipo de nuvem reconhecido desde 1951.

Flickr: homer4k B.J. Bumgarner / Creative Commons

23. Lago Natron da Tanzânia: um lago de sal alimentado pela riqueza de minerais termais que é a única área de reprodução normal no leste da África para os 2,5 milhões de flamingos-pequenos.

A população de flamingos tem sido adversamente afetada nos últimos anos por suspeita de intoxicação por metais pesados​​, e o lago está atualmente sob a ameaça de uma proposta de uma planta para produção de carbonato de sódio pela Tata Chemicals.

Flickr: rainbirder / Creative Commons

24. Lago Manchado salino alcalino endorreico do Canadá: contém algumas das maiores quantidades de sulfato de magnésio, cálcio e sódio.

Flickr: jeremyhiebert / Creative Commons

25. Ondas bioluminescentes em uma praia nas Maldivas: várias espécies de fitoplâncton são conhecidas por bioluminescência; quando molhadas em terra pelas marés, a energia química é transformada em energia luminosa.

Doug Perrine / Barcroft Media / Landov

26. Dinoflagelados bioluminescentes + as condições adequadas = maré vermelha: uma condição em que os dinoflagelados tornam-se tão numerosos que a água assume uma cor avermelhada lamacenta.

Flickr: msauder / Creative Commons

27. Pilares de luz: um fenômeno óptico formado pelo reflexo da luz do sol ou da lua por cristais de gelo que estão presentes na atmosfera da Terra.

O pilar de luz parece uma coluna fina que se estende na vertical acima da fonte de luz. Eles são conhecidos por produzirem falsos relatos de OVNIs.

 

28. Eucalipto arco-íris também conhecido como gengiva arco-íris: partes da casca exterior caem anualmente em diferentes épocas, escurecendo e amadurecendo para dar tons de azul, roxo, laranja e marrom.

Flickr: alverson / Creative Commons

Flickr: kristi_decourcy / Creative Commons

 

29. Flores de geada: cristais de gelo comumente encontrados crescendo sobre gelo recente do mar e lago fino de gelo no frio extremo, em condições calmas aproximando -22C ou -7,6F.

igert.org / Jeff Bowman

30. Chaminés de neve no Monte Erebus, Antártida: o vulcão ativo mais ao sul da Terra.

Destaque especial: O Moskstraumen é um redemoinho das marés, um dos mais fortes do mundo, que se forma no Mar da Noruega*.

Flickr: 21326292@N00 / Nicolas Massé / Creative Commons

*Observação: isto pode não ser uma imagem do Moskstraumen de verdade — são difíceis de capturar! Se você tiver uma, por favor poste nos comentários abaixo!

O Moskstraum foi a inspiração para Edgar Allan Poe no conto Uma Descida no Maelström (1841), que trouxe o termo maelstrom para o idioma inglês.

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Este post foi traduzido por usuarios de Duolingo, um serviço que ajuda estudantes de idiomas praticar suas hablidades traduzindo textos do dia-a-dia para suas línguas maternas. Queremos continuar crescendo e melhorando o nosso conteúdo. Se você tiver sugestões ou comentários envie-nos um email ao brasil@buzzfeed.com. Obrigado!

Conversas no Facebook
Buzzing agora