21 histórias verdadeiramente insanas por trás de seus alimentos favoritos

Prepare-se: o seu queixo vai cair e seu estômago vai roncar.

1. O Doritos foi feito primeiro na Disneylândia.

Como todas coisas boas dos Estados Unidos, o Doritos pode traçar suas origens até O Lugar Mais Feliz da Terra. Os saborosos salgadinhos foram vendidos pela primeira vez em 1950 na Casa de Fritos em Frontierland e eram feitos de tortillas fritas que se não fosse por isso seriam descartadas.

2. O Corn Flakes da Kellogg’s foi inventado para domar os desejos sexuais das pessoas.

Masturbação não era tão chique nos anos 1800 e o John Harvey Kelly se encontrava na vanguarda da cruzada anti-descabelação de palhaço. Kellogg acreditava que alimentos que tinham um sabor muito sem-graça assim como o seu cereal poderiam inibir o desejo de “descascar a banana”.

3. As Graham Crackers também foram inventadas para impedir o tesão.

Sylvester Graham, um ministro presbiteriano, defendia uma dieta que diminuía o desejo sexual. Um de seus petiscos favoritos eram as bolachas Graham.

4. A Fanta foi inventada na Alemanha Nazista.

Quando a Coca-Cola deixou de transportar seu xarope ultra-secreto para a Alemanha depois de Pearl Harbor, o CEO alemão da empresa, Max Keith, ficou preso num beco sem saída. Sua solução? Fanta, uma mistureba feita de sobras de ingredientes disponíveis.

6. Um dentista inventou a máquina de algodão doce.

Hulton Archive / Stringer / Getty Images

Arquive essa na categoria “ops”. O açúcar fiado à mão tinha sido um deleite desde os tempos medievais, mas William J. Morrison, ex-presidente da Associação Dentária do Estado do Tennessee, co-patenteou uma “máquina elétrica de doces” que produzia “Fio Dental de Fadas”. Até hoje os dentistas amaldiçoam seu nome.

7. Um zelador inventou o Flamin’ Hot Cheetos.

Ryan Miller/Invision / AP

É o “Sonho Americano” em ação. Richard Montañez, um zelador de uma fábrica da Frito-Lay na Califórnia, achava que os Cheetos originais precisavam de algo “a mais”. Ele fez um lote em casa e os amigos e colegas de trabalho dele adoraram. Montañez acabou falando da idéia para o presidente da empresa e o resto é história da culinária. Montañez agora é chefe do departamento de Vendas e Promoções Multiculturais da empresa.

8. O nome do Snickers veio de um cavalo.

Robert Cianfone / Getty Images

A família Mars, fundadores da Mars Inc., apresentou a popular barrinha de chocolate ao mundo em 1930 e a batizou com o mesmo nome do cavalo favorito da família, Snickers.

9. Dois caras fundaram o restaurante White Castle porque os EUA estavam surtando por causa da indústria de carnes.

Paul Hawthorne / Getty Images

White Castle - nomeado recentemente “o hambúrguer mais influente de todos os tempos” pela revista Time - enfatizou o frescor de seus ingredientes desde o começo. O “White” (Branco) foi usado no nome para lembrar limpeza numa época em que o livro clássico de Upton Sinclair, “The Jungle” (A Selva), contava aos Americanos sobre os horrores da indústria de carne do país. O plano parece ter dado certo – e só perguntar para Harold e Kumar.

10. A bebida Snapple original era explosiva.

David Paul Morris / Stringer / Getty Images

E é assim que a empresa de bebidas obteve seu nome. Um dos primeiros produtos da empresa era um suco de maçã com gás, mas quando a bebida fermentava as tampinhas explodiam e pulavam da garrafa. O nome “Snapple”, uma mistura das palavras “Snap” (o barulho que a tampinha fazia) e “Apple” (maçã), foi bolada para ser memorável e acabou sendo adotada como nome da empresa.

11. O Chocolate Chip Cookie foi, na verdade, um erro.

A Ruth Graves Wakefield e o marido administravam a pousada Toll House Inn, em Massachusetts, onde ela preparava comidas caseiras para os hóspedes. Um dia, enquanto fazia biscoitos, ela percebeu que tinha acabado o chocolate amargo e decidiu usar chocolate meio-amargo. Para seu espanto, o chocolate não derreteu totalmente na massa e os biscoitos foram um sucesso com os hóspedes e futuras gerações de Norte-Americanos.

12. O Pez foi inventado como uma alternativa ao tabagismo.

William Thomas Cain / Stringer / Getty Images

O nome da balinha veio da palavra “hortelã” em alemão, e o “dosador” de balas foi projetado para lembrar um isqueiro.

13. O Bolo de Chocolate German na verdade NÃO É ALEMÃO.

O nome vem na verdade do sobrenome de Samuel German, quem desenvolveu o chocolate feito especialmente para cozinhar, que é usado no bolo.

14. A Coca-Cola original continha cocaína.

Picture Post / Stringer / Getty Images

Infelizmente para os Tony Montanas do mundo, a empresa tirou a cocaína da bebida em 1903.

15. Picolés são o resultado do erro de uma criança.

Joe Murphy / Stringer / Getty Images

Aos 11 anos de idade, Frank Epperson deixou uma mistura de açúcar de confeiteiro, água e um palito (de mistura) do lado de fora da casa numa noite fria de inverno. Ele acordou na manhã seguinte e encontrou um presente geladinho – e foi assim que nasceu o Picolé.

16. Um chef de cozinha ausente levou à invenção dos nachos.

Jonathan Daniel / Getty Images

Ignacio Anaya – apelidado de “Nacho” – o maître (garçom-chefe) de um restaurante mexicano, teve que improvisar quando apareceram várias esposas de militares em seu estabelecimento enquanto chef estava fora. Seu raciocínio rápido levou à invenção do famoso petisco.

17. Batatinhas fritas são o resultado do chilique de um chef de cozinha.

Pelo menos de acordo com o folclore. Segundo a lenda, um cliente insatisfeito num restaurante em Saratoga Springs, em Nova Iorque, devolveu suas batatas fritas porque as fatias estavam grossas demais. O chef nervoso fez fatias bem fininhas e jogou bastante sal. Para sua surpresa, o cliente amou e elas se foram parar no menu.

18. Pretzels têm uma origem sagrada.

Florian Seefried / Stringer / Getty Images

O pretzel foi provavelmente assado pela primeira vez no início do século VII por monges franceses e italianos, que o moldaram para parecer os braços de uma criança em oração.

19. O cara que derrotou os texanos no Álamo é responsável pelo chiclete moderno.

Kevin Winter / Getty Images

 

Antonio Lopez de Santa Anna também foi presidente do México. Ele eventualmente foi exilado do México, mas procurou arrecadar fundos para retornar ao país vendendo chicle (o produto da seiva de uma árvore da América Central) como um substituto para a borracha. O inventor Thomas Adams e seu filho Horácio perceberam que poderiam transformá-lo em um produto para mascar, e os hálitos do mundo foram mudados para sempre.

20. O Dr Pepper era um cara de verdade.

Ethan Miller / Getty Images

Charles Alderton, o homem que inventou a bebida, pode ter usado o sobrenome do pai de uma garota que ele estava namorando para batizar o refresco, de acordo com a empresa.

21. O Gatorade foi criado especialmente para um time.

Patrick McDermott / Stringer / Getty Images

O Florida Gators, por isso tem esse nome. Os médicos da equipe desenvolveram a bebida no anos 1960 para combater os efeitos de se jogar futebol americano sob o sol quente da Flórida.

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Este post foi traduzido por usuarios de Duolingo, um serviço que ajuda estudantes de idiomas praticar suas hablidades traduzindo textos do dia-a-dia para suas línguas maternas. Queremos continuar crescendo e melhorando o nosso conteúdo. Se você tiver sugestões ou comentários envie-nos um email ao brasil@buzzfeed.com. Obrigado!

Conversas no Facebook
Buzzing agora