33 coisas assustadoras que nossas mães nem sabiam que deviam temer

Sabonetes antibacterianos na verdade fazem mal para a saúde. Suco de maçã pode estar repleto de arsênico. E o talco? Tenha medo. Tenha muito medo.

1. Laticínios não orgânicos

Shutterstock

Leite orgânico custa mais caro, mas leite não orgânico pode vir com ingredientes extras, como vestígios de hormônios, antibióticos e pesticidas!

2. Glúten

Shutterstock

Revelou-se enfim que podemos culpar o glúten por uma série de sintomas, incluindo dores de cabeça, perturbações digestivas e o bom e velho mau humor!

Ao menos existem inúmeros produtos disponíveis que utilizam o arroz como substituto…

3. Arroz

Alguém aí falou em arroz? Oh-ouh. Parece que produtos à base de arroz contêm arsênico! O arroz branco, o arroz integral tão adorado pelos naturebas, os cereais matinais de arroz, o leite de arroz…

4. Suco de maçã

Harpo Productions / Sony Pictures Television / Via yidio.com

E por falar em arsênico, aparentemente há um pequeno teor dele no suco de maçã. Quando éramos crianças, bebíamos esse negócio aos galões. Graças ao Dr. OZ, agora sabemos que estávamos basicamente bebendo copinhos cheios de toxinas!

5. BPA

Ah, e sabe aquela mamadeira em que você bebia o suco de maçã? Ela provavelmente continha BPA. Trata-se de bisfenol A, uma substância química que o Grupo de Trabalho Ambiental dos Estados Unidos descreve como sendo “vinculada a uma grande variedade de doenças, incluindo a infertilidade, câncer de mama e de sistema reprodutivo, obesidade, diabetes, puberdade precoce, alterações comportamentais em crianças e resistência a tratamentos de quimioterapia”. Desde 2012 uso de BPA já está banido em mamadeiras e copos para crianças, mas ele ainda está presente em muitos enlatados, em garrafas plásticas de água e em outros produtos.

6. Sabonete antibacteriano

Fox

Em algum momento na década de 90, decidiu-se que estes sabonetes e produtos de limpeza eram fundamentais para lutar contra os germes, as doenças e as perebas em geral. Agora não apenas descobriu-se que alguns produtos antibacterianos são totalmente ineficazes, como também que seus ingredientes ativos podem ter na verdade efeitos nocivos.

7. Lavar o frango antes de cozinhá-lo

Walt Disney / Via all-geek-to-me.com

Você percebe, né, que está respingando todo o balcão da pia com suco de frango repleto de salmonela?

8. Não lavar o frango antes do cozinhá-lo

Você percebe, né, que seu frango cru veio saturado com agentes patogênicos perigosos?

9. Sua geladeira

Columbia Pictures / giphy.com

Então… quando foi a última vez que você limpou toda a sua geladeira? No último feriado de São Nunca, é a sua resposta? Bem, cuidado com os germes… os esporos de mofo… e as bactérias se multiplicando mais depressa do que você consegue dizer “contaminação cruzada”. :-(

10. Crianças que são limpas demais

Charles M. Schulz / michaelspiro.wordpress.com

Existem inúmeros tipos de bactérias “boas” na sujeira capazes de ajudar as crianças a aumentarem sua resistência contra diferentes tipos de doenças.

12. Norovírus

Warner Bros / gifsoup.com

No nosso tempo, nossas mães chamavam isso de um simples bichinho no estômago. Elas ainda não tinham sido apresentadas à nova cepa de norovírus conhecida como Gll.4 Sydney que pode causar vômitos explosivos. Os sintomas desaparecem depois de alguns dias. Mas as lembranças lhe marcarão pelo resto da vida.

13. Parabenos

Este composto aterrorizante é usado como um conservante em produtos que vão desde pasta de dente, passando por desodorante, maquiagem, até produtos comestíveis como maionese e mostarda. Os parabenos são polêmicos, já que a sua química imita o estrogênio, e ele já foi vinculado ao câncer de mama.

14. Confusão a respeito dos parabenos

Em inglês, parabenos se escreve “parabens”, causando confusão com a palavra em português quando se faz uma busca a seu respeito no Google. Assim, alguma coisa bem alegre pode aparecer quando se faz uma busca pelo seu nome em inglês.

15. Ficar sentado

Você passa o dia todo na sua mesa… depois dirige até a sua casa… depois se senta para jantar ou para assistir TV. Parece familiar? Infelizmente, um novo estudo revelou que ficar sentado pode fazer muito mal para você. Tipo, muito, muito mal. A ponto de lhe roubar anos de vida.

16. Vitaminas

As vitaminas supostamente fazem bem à saúde, né? Bom, algumas delas fazem. Mas outros suplementos vitamínicos na verdade aumentam o risco de câncer, de doenças cardíacas, e hã, de vida.

17. “A dúzia suja”

Tá bom, mas frutas e vegetais definitivamente fazem bem para a saúde, certo? Ãh, sim. Mas o Grupo de Trabalho Ambiental dos Estados Unidos tem uma lista de doze tipos de frutas e vegetais que apresentam um nível nojento de resíduos de agrotóxicos quando você compra os do tipo não orgânico. Digamos apenas que esta não tem sido uma boa época para as maçã ultimamente.

18. Batatas

Não apenas as batatas constam da “dúzia suja” como elas também são aparentemente tratadas com tantos produtos químicos (como fungicidas e herbicidas) que nem os seus próprios produtores as comem.

19. Fraldas descartáveis

Elas são nocivas ao meio ambiente, sem dúvida. Mas também podem conter produtos químicos nocivos que causam irritações de pele dolorosas ou que até podem ser absorvidos pela pela.

20. Protetor solar

O protetor solar é um negócio confuso. Algumas marcas podem ser absolutamente ineficazes ou até mesmo fazer mal à saúde se contiverem ingredientes como vitamina A ou oxibenzeno, se vierem na forma de spray ou se alegarem ter um fator de proteção acima de 50.

21. Xarope de milho com alto teor de frutose

Este tipo de xarope, conhecido por sua sigla em inglês HFCS, encontra-se em inúmeros alimentos… não apenas em coisas doces, mas também em produtos inesperados como iogurte e pizza congelada. Um americano médio consome 16 quilos de xarope de milho com alto teor de frutose por ano! E quer saber? Isso não faz bem à saúde.

22. Atum

Há algo nos sanduíches de atum que remete direto à infância. Mas não apenas a poluição industrial resulta em uma dose extra de mercúrio tóxico no atum, como os métodos usados para pescá-lo e matá-lo são desumanos e danosos aos golfinhos (mesmo quando o atum é vendido como “inócuo aos golfinhos”). :-(

23. Jogos de videogame causando comportamentos violentos

Rockstar Games / Via jacoblegrand.com

Estudos revelaram que a violência nos jogos de videogame está vinculada a uma gama de comportamentos preocupantes, incluindo agressão e queda na empatia…

… fazendo as mães modernas terem saudades daquele joguinho em que o sapo tinha que atravessar a rua.

25. Alface

Ah, peraí, a alface deveria ser uma coisa supersaudável! Descobrir que ela pode estar contaminada com E. coli ou com listeria ou ainda com algum parasita horroroso é muito assustador.

26. Ovos crus

Quebrar um deles e despejar num milkshake para adicionar um pouco de proteína como nossos velhos costumavam fazer no nosso tempo é uma péssima ideia, a menos que você esteja a fim de saborear uma Salmonela Supreme.

28. Manteiga falsa

“Eu não posso acreditar”… que a margarina já foi considerada uma alternativa mais saudável para a manteiga, antes que descobríssemos que a maior parte das margarinas vem cheia de gorduras trans péssimas para a saúde!

29. Hambúrgueres falsos

Não, desculpa. Eles costumam vir cheios de “hexano, um poluente e uma neurotoxina registrada pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos”. Eca.

30. Talco

Longe de ser um “luxo”, o talco, antigamente visto como um produto obrigatório para cuidar da pele do bebê, pode causar envenenamento por pó caso inalado, e abundam suspeitas de que ele pode ser cancerígeno.

Em vez disso, compre talco hipoalergênico à base de amido de milho para o seu bebê!

31. Caixa de areia

Durante muito tempo, todo mundo achava que a caixa de areia para gatos era nojenta porque, bem, era o banheiro dos gatos. Mas areia ativada pode conter toxoplasmose, que pode deixar as pessoas doentes ou causar sérios danos a fetos ainda em desenvolvimento se for transmitida a uma mulher grávida.

32. Crianças não vacinadas

A decisão de não vacinar os filhos resultou em surtos de doenças que se acreditava estarem praticamente erradicadas.

33. O próprio medo

Sim, desde as priscas eras, as mães sempre tiveram motivo para terem chilique…

… como “ficar engripado” (sim, as crianças sentem bastante frio. E daí elas podem pegar um resfriado. Mas elas não podem “ficar engripadas”).

… e escapar de chuva radioativa.

Então, o que há uma mãe de fazer?

O mesmo que sempre fizemos… proteger nossas crias da melhor forma que podemos… (com laticínios orgânicos à mão, é claro).

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Este post foi traduzido por usuarios de Duolingo, um serviço que ajuda estudantes de idiomas praticar suas hablidades traduzindo textos do dia-a-dia para suas línguas maternas. Queremos continuar crescendo e melhorando o nosso conteúdo. Se você tiver sugestões ou comentários envie-nos um email ao brasil@buzzfeed.com. Obrigado!

Conversas no Facebook
Buzzing agora