13 coisas importantes que a ciência nos ensinou em março

Incluindo por que você não deve fazer xixi na piscina.

1. Há um verdadeiro motivo científico para você não fazer xixi na piscina.

pojoslaw

Substâncias químicas da urina interagem com aquelas da água cheia de cloro, produzindo duas substâncias tóxicas: a tricloramina e o cloreto de cianogênio. Mas elas são produzidas em quantidades tão ínfimas que dificilmente podem causar algum dano.

2. É surpreendentemente fácil convencer as pessoas de que suas mãos são feitas de pedra.

superpohn

Os pesquisadores explicam: “Nós batemos repetida e delicadamente nas mãos dos participantes com um pequeno martelo, enquanto progressivamente substituímos o som do martelo contra a pele pelo som de um martelo batendo num pedaço de mármore”.

Depois do experimento, os participantes avaliaram suas mãos como mais rígidas, mais pesadas e menos sensíveis.

3. É possível ressuscitar um vírus gigante de 30 mil anos de idade escondido no gelo permanente da Sibéria.

Image courtesy of Julia Bartoli and Chantal Abergel, IGS and CNRS-AMU.

Tá bom, “gigante” é relativo – o vírus mede apenas 1,5 micrômetro de comprimento e 0,5 micrômetro de diametro. Ele ainda está ativo, mas não parece ser capaz de infectar humanos ou animais.

4. Há 66 milhões de anos, existia um dinossauro que era basicamente uma “galinha do inferno”.

Mark A. Klingler, Carnegie Museum of Natural History

Seu corpo tinha mais de 3 metros e meio de comprimento e suas garras eram enormes e afiadas. Um ser humano médio ao lado dele bateria um pouco acima do seu quadril.

5. Há ondas de metano em Saturno.

NASA/JPL/Space Science Institute

Titã é a maior lua de Saturno e apresenta todo um sistema meteorológico baseado em hidrocarbonetos como o metano, incluindo lagos e oceanos. Contudo, as ondas alcançam apenas cerca de dois centímetros de altura.

6. Sempre existiu um planeta anão escondido no sistema solar exterior.

Scott S. Sheppard: Carnegie Institution for Science

Sua órbita fica além da de Plutão e além até mesmo daquela de outro planeta anão, o Sedna, chegando a cerca de 450 quilômetros de diâmetro.

7. Nos primórdios do universo, é quase certo que houve um período de expansão superacelerada chamado inflação.

severopr

Os cientistas mediram um eco do Big Bang na forma de ondas gravitacionais vindas dos primórdios do universo, proporcionando fortes evidências de que a inflação de fato aconteceu.

8. É possível criar um retrato preciso de alguém em 3D usando-se apenas o seu DNA.

Cientistas criaram um modelo estatístico para produzir uma imagem 3D precisa do rosto de uma pessoa com base em marcadores raciais, sexuais e genéticos. A técnica também pode ser usada para nos dar uma ideia melhor de como era o rosto de nossos antepassados.

9. Algumas salamandras estão encolhendo, e isso pode ser culpa das mudanças climáticas.

EJack

Os pesquisadores descobriram que a redução de tamanho das salamandras na cordilheira dos Apalaches, nos Estados Unidos, foi mais intensa em latitudes mais baixas, em regiões que passaram por elevações de temperatura e diminuição de precipitação ao longo dos 55 anos abrangidos pelo estudo. Aparentemente, as salamandras se adaptaram às alterações climáticas queimando energia mais depressa.

10. Mercúrio também está encolhendo.

Ho New / Reuters

Nos últimos 4,5 bilhões de anos , seu diâmetro pode ter diminuído em 14 quilômetros.

11. Há um sistema anelar em torno de um asteroide no sistema solar.

Lucie Maquet

O asteroide Chariklo orbita o Sol entre os gigantes gasosos Saturno e Urano. Até agora, só havíamos observado anéis em torno de planetas e em nenhum outro corpo do sistema solar.

12. Podemos não estar muito longe do advento das lentes de contato de visão noturna.

Flickr: treehouse1977 / Creative Commons

Pesquisadores produziram um sensor infravermelho finíssimo a partir do supermaterial favorito de todos: o grafeno. O protótipo do sensor é menor do que uma unha e pode ser reduzido ainda mais.

13. A teia do Homem-Aranha seria forte o suficiente para parar um trem.

DenBoma

Várias empresas estão trabalhando para produzir uma teia de aranha sintética e tirar proveito de sua super-resistência. Ela seria útil para fabricar cabos e coletes à prova de balas, mas também para curativos, graças às suas propriedades antimicrobianas.

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Este post foi traduzido por usuarios de Duolingo, um serviço que ajuda estudantes de idiomas praticar suas hablidades traduzindo textos do dia-a-dia para suas línguas maternas. Queremos continuar crescendo e melhorando o nosso conteúdo. Se você tiver sugestões ou comentários envie-nos um email ao brasil@buzzfeed.com. Obrigado!

Conversas no Facebook
Buzzing agora