23 Músicas Brasileiras que você nunca vai cansar de ouvir

Ô tempo bom!

1. “Garota De Ipanema” de Vinicius de Moraes e Tom Jobim (1962)

Globo / Getty Images

Tipo de Música: Bossa Nova
História: Os dois músicos estavam sentados num barzinho perto da praia de Ipanema quando passou a garota mais linda que já tinham visto. Eles escreveram a música naquele exato momento num guardanapo. E o resto vocês já sabem…
Porque É Boa: Essa música representa demais o Brasil. Também é a música mais regravada do mundo depois de “Yesterday” do Os Beatles.

2. “Mas Que Nada” de Jorge Ben (1963)

Charlie Gillett Collection / Redferns

Tipo de Música: Bossa Nova
História: No mundo afora as pessoas muitas vezes confundem o nome dessa música com “mais que nada.” A versão de Sergio Mendes, que foi gravada uns poucos anos depois do que a do Ben é talvez a mais conhecida e popular.
Porque É Boa: Ninguém pode a resistir. Até os Black Eyed Peas regravaram a música em 2011 para o filme animado Rio.

3. “Baby” de Os Mutantes (1968)

Flickr: Amy Hope Dermont/ Creative Commons / Via Flickr: napkinshoe

Tipo de Música: Rock
História: Nos anos 60, Os Mutantes lançaram um tipo de música que era muito diferenciado da tradicional Bossa Nova que estava pegando fogo naquela epoca. Eles eram associados com o movimento Tropicália, e misturavam influências estrangeiras para criar o som deles.
Porque É Boa: O piano te lembra as músicas de “funk” Americanos dos anos 60 e 70.

4. “Meu Nome É Gal” de Gal Costa (1969)

Courtesy Everett Collection

Tipo de Música: Bossa Nova
História: Os músicos famosos Roberto Carlos e Erasmo Carlos escreveram essa música especialmente para Gal. Ela é considerada a ter umas das vozes mais icônicas do Brasil.
Porque É Boa: A voz dela é de arrepiar.

5. “O Bêbado E A Equilibrista” de Elis Regina (1969)

Phillips

Tipo de Música: Bossa Nova
História: O compositor original da música foi o Aldir Blanc que lançou a canção com o cantor João Bosco. De qualquer jeito, a música ganhou a fama imensa dela logo depois que Regina a regravou.
Porque É Boa: É bem suave e relaxante, igual a voz dela.

6. “Detalhes” de Roberto Carlos (1971)

Flickr: Andréa Farias Farias/ Creative Commons / Via Flickr: 14487647@N05

Tipo de Música: MPB
História: Essa lista não ia ser completa sem uma canção do Rei. O Roberto Carlos tem sucesso no mundo afora mas especialmente na América Latina. Ele sempre fez grande parte da música brasileira, começando com o tempo dele no grupo Jovem Guarda.
Porque É Boa: Porque ninguém escreve uma canção de amor igual a esse cara. NINGUÉM mesmo.

7. “Aguas De Março” de Elis Regina e Tom Jobim (1972)

Phillips

Tipo de Música: Bossa Nova
História: O Jobim escreveu essa música e depois pediu a Regina para á regravar com ele. A versão deles é a mais conhecida e popular de todas.
Porque É Boa: Não dar para ignorar a química dos dois nesta gravação, é contagiosa.

8. “Paisagem Da Janela” de Lô Borges e Milton Nascimento (1972)

TV Brasil

Roger Martínez Planell

 

Tipo de Música: MPB
História: Os dois músicos escreveram e gravaram juntos o álbum Clube Da Esquina. Vários cantores brasileiros participaram na gravação do álbum que virou um dos mais famosos no Brasil naquela época.
Porque É Boa: A guitarra que toca durante a música inteira é sensacional.

9. “Gostava Tanto De Você” de Tim Maia (1973)

SONIA D’ALMEIDA/ Creative Commons / Via commons.wikimedia.org

Tipo de Música: MPB
História: Tim Maia contribuiu várias canções famosas para MPB. A voz grande dele tinha algo muito parecido com o som do disco Americano, que naquele tempo não era muito comum na música brasileira.
Porque É Boa: A voz dele… não existe igual, parece que bate na alma.

10. “O Leãzinho” de Caetono Veloso (1977)

Ivo Gonzalez / Globo / Getty Images

Tipo de Música: MPB
História: Veloso escreveu e gravou essa música sozinho. A canção, que com certeza é a mais famosa dele, fez parte do oitavo álbum do cantor chamado Bicho.
Porque É Boa: Fala sério, é a música acustica mais linda que tem.

11. “Vamos Fugir” de Gilberto Gil (1984)

Starlight/ Creative Commons / Via commons.wikimedia.org

Tipo de Música: Reggae
História: Gil começou a carreira dele como o músico de Bossa Nova até a hora que ele lançou “Vamos Fugir.” Depois disso o Gil começou a mexer mais com os sons de Reggae.
Porque É Boa: Além do som suave, as buzinas durante a música são show.

12. “Você” de Os Paralamas Do Sucesso (1986)

Olimer/ Creative Commons / Via en.wikipedia.org

Tipo de Música: Reggae
História: “Você” originalmente foi gravada pelo o Tima Maia. Nos anos 70 Os Paralamas regravaram e lançaram a música novamente, e o sucesso dela foi uma coisa de loucos.
Porque É Boa: A versão deles foi um pouco mais rápida e divertida do que a do Maia.

13. “Bem Que Se Quis” de Marisa Monte (1989)

Simon Ritter / Redferns

Tipo de Música: MPB
História: Antes de ser regravada pela Monte, “Bem Que Se Quis” era uma música Italiana do cantor Pino Daniele chamada “E Po’ Che Fa’.” O compositor brasileira Nelson Motta depois traduziu a música para Marisa cantar.
Porque É Boa: A Monte estudou ópera dez de pequena, então nem precisa dizer né? Mas digo mesmo assim… a voz dela é muitooo bonita.

14. “Lambada” de Kaoma (1989)

Michel Linssen / Redferns

Tipo de Música: Lambada
História: O grupo francês regravou essa música com a vocalista brasileira Loalwa Braz. A canção era muito popular na França, Brasil, e na maioria da América Latina também.
Porque É Boa: Porque é muito gostoso de cantar e também de dançar!

15. “Magalenha” by Sergio Mendes (1993)

Jan Persson / Redferns

Tipo de Música: Pagode
História: Sergio Mendes escreveu a música e pediu o Carlinhos Brown para ser o vocalista nela. Ele ganhou um Grammy em 1993 pela a composição e popularidade da canção.
Porque É Boa: Não tem música no mundo que te faça dançar como essa.

16. “Malandragem” de Cassia Eller (1994)

PolyGram

Tipo de Música: Rock
História: A Cassia era considerada “rebelde” no tempo dela. Ela tinha uma voz meio rouca que era algo diferente na música brasileira naquele tempo. Ela também sempre usava o penteado estilo “mohawk,”
Porque É Boa: A voz dela é reconhecida por ser alternativa.

17. “Onde Você Mora?” de Cidade Negra (1994)

Flickr: Alex de Carvalho / Creative Commons / Via Flickr: adc

Tipo de Música: Reggae
História: O grupo se formou no Rio de Janeiro, e o som deles implementava muito Rock misturado com Reggae. Eles sempre cantavam de amor, e as vezes até tocaram nos assuntos sociais do momento.
Porque É Boa: A letra dela é linda demais!

18. “Nobre Vagabundo” de Daniela Mercury (1996)

Flickr: Ministério da Cultura CulturaGovBr/ Creative Commons / Via Flickr: 47979536@N05

Tipo de Música: Axé
História: A Daniela é uma das cantoras mais famosas da Bahia. Essa música é do quarto álbum dela chamado Feijão Com Arroz, que foi o segundo álbum mais vendido da carreira dela.
Porque É Boa: A melodia dela no começo sem instrumento nenhum é muito bem cantando.

19. “Garota Nacional” by Skank (1996)

Guito Moreto / Globo / Getty Images

Tipo de Música: Rock
História: Todo mundo lembra que essa música foi feita pelas mulheres lindas que sempre frequentavam o Bar Nacional em Belo Horizonte. O Grupo mineiro lançou a canção nos anos 90, e ela pegou fogo em todo o país.
Porque É Boa: Por um tempo parecia que essa música era um hino brasileiro.

20. “Beleza Rara” de Banda Eva (1996)

Flickr: Sérgio (Savaman) Savarese/ Creative Commons / Via en.wikipedia.org

Tipo de Música: Axé
História: Banda Eva é um dos grupos mais conhecidos do Brasil. Das várias cantoras que o grupo já teve, a Ivete foi e sempre será a mais famosa e querida delas.
Porque É Boa: Porque não tem jeito de escutar essa música sem ter vontade de dançar.

21. “Preciso Dizer Que Eu Te Amo” de Cazuza (1996)

Flickr: CAFé Simone Pedaços/ Creative Commons / Via Flickr: simonepedacos

Tipo de Música: Rock
História: Cazuza fez o maior sucesso no Brasil por 9 anos seguidos. Não existe brasileiro que nunca ouviu uma música dele.
Porque É Boa: Pode ser considerada a música mais romântica do cantor de Rock, e a versão com a Bebel Gilberto é simplesmente lindo.

22. “Minha Galera” de Manu Chao (1996)

Getty Images Entertainment / Getty Images

Tipo de Música: Rock
História: O Chao é um cantor español e francês que grava músicas em Español, Francês, Árabe, Italiano, Inglês, Italiano, e Português. Ele escreveu “Minha Galera” como um tributo a gente brasileira.
Porque É Boa: A música sempre te lembra o orgulho e paixão que você tem pelo o seu país.

23. “Devolva-Me” de Adriana Calcanhotto (2000)

José Goulão/ Creative Commons / Via en.wikipedia.org

Tipo de Música: MPB
História: Depois que a Adriana lançou o seu primeiro álbum em 1990 ela rapidamente se tornou uma das cantoras mais escutadas do país. Ela fez muito sucesso nos anos 2000 também.
Porque É Boa: Você pode sentir a emoção na voz dela.

Check out more articles on BuzzFeed.com!

Conversas no Facebook
Buzzing agora